Canais com conteúdo exclusivo para:
Busca
   
Home » Notícias

Sexta-Feira, 28 de Julho de 2017
Hospital Unimed Sergipe implanta Protocolo de Dor Torácica

O atendimento ágil, eficaz e seguro no diagnóstico num momento de urgência pode salvar vidas. Com objetivo de melhorar a assistência de pessoas que sofrem com doenças cardíacas, o Hospital Unimed apresentou na noite dessa quinta-feira, 27, o protocolo institucional de dor torácica. O evento aconteceu na Unidade de Diagnóstico Unimed e reuniu mais de 100 profissionais entre enfermeiros e médicos que atuam na emergência da unidade.

Ao fazer a abertura, a diretora presidente da Unimed Sergipe, Dra. Denise Tavares, falou como o protocolo pode contribuir para uma maior agilidade e confiança no diagnóstico dos pacientes de urgência. “Os protocolos dão vida e segurança aos serviços hospitalares em qualquer lugar do mundo. Com a implantação desse protocolo institucional de dor torácica, a operadora Unimed espera melhorar cada vez mais em qualidade e excelência no serviço que oferecemos aos nossos clientes”, declarou.

Também presente no evento, a diretora técnica do Hospital Unimed, Dra. Cristina Gama, ressaltou o protocolo de dor torácica como parte do programa de educação continuada no atendimento de urgência. “A apresentação do protocolo e a palestra expõem o nosso cuidado com nossos profissionais e o seu aprimoramento, que refletem na qualidade do atendimento prestado aos pacientes”, avaliou.

Já a coordenadora do Serviço de Urgência Clínica, Dra. Luciana Kalliope, destacou a importância do trabalho em equipe para que o protocolo institucional de dor torácica seja seguido seguramente. “O protocolo de dor torácica busca uniformizar o atendimento de pacientes diagnosticados com doenças cardiovasculares. E para que ele seja seguido, é preciso que toda equipe esteja alinhada e ciente do tratamento a ser aplicado”, explicou.

Palestra sobre infarto

Durante o evento, o cardiologista do Hospital Unimed, Dr. Roberto Cintra, conduziu uma palestra sobre infarto agudo do miocárdio. Na ocasião, o médico falou sobre como o tratamento e os medicamentos iniciados ainda na urgência, seguindo o protocolo, podem ser cruciais para a redução da dor e o sofrimento do paciente.

“As doenças cardiovasculares são as principais causas de morte no Brasil, e o infarto agudo no miocárdio é a que predomina com a maior taxa de mortalidade e nos diagnósticos errôneos. Trazer o tema, neste momento de implantação do protocolo, é uma contribuição para o alinhamento da equipe e entendimento sobre a doença”, afirmou o cardiologista.

  Enviar a notícias   Versão para impressão
Notícias
Sexta-Feira, 20 de Outubro de 2017
19/10/2017 Unimed Sergipe promove 1º Curso de Formação de Cooperados
16/10/2017 Concerto Unimed completa 10 anos celebrando a vida e a arte
11/10/2017 X CONCERTO UNIMED - CONFIRA AQUI A LISTA DE ALIMENTOS QUE PODEM SER DOADOS
10/10/2017 Semana da Criança é celebrada em Unidades da Unimed Sergipe
10/10/2017 Comitê do Abraço acolhe pacientes e equipe com abraços no Hospital Unimed
10/10/2017 Unimed Sergipe realiza palestra sobre a assistência da enfermagem ao diabético
05/10/2017 Unimed Sergipe apoia Feira de Estágio e Empregabilidade da Unit
04/10/2017 Próximo ciclo de palestras sobre diabestes acontece dia 09/10
29/09/2017 Hospital Unimed realiza palestra sobre mobilização de paciente crítico
28/09/2017 Unimed Sergipe participa da SIPAT do Shopping Jardins
 
 
 
 
Rua Socorro, 100 - São José - CEP 49015-300 Aracaju - SE
© UNIMED Sergipe - Todo conteúdo desse site é de responsabilidade
​